Enobrecer, dinamizar e estimular, o saber ser e estar, dos árbitros deste conselho regional.

27
Fev 10

Torneio de encerramento 

Domingo, 28 de Fevereiro de 2010
Infantis-Série "B"
Jogo nº131 11H00 HC Caldas X HC "Os Tigres"

Árbitro: Élio Rodrigues *
 

*substituído por: António Peça

 

publicado por JPCosta às 10:58

Situação difícil leva a adoção de medidas restritivas na actividade desportiva

A situação difícil que se vive na Ilha da Madeira, a recuperar dos estragos provocados pelo mau tempo, levou várias associações distritais a adoptar medidas restritivas na actividade desportiva do próximo fim-de-semana.

Excetuando alguns jogos relativos aos campeonatos nacionais, nas mais variadas modalidades, como futebol, andebol, basquetebol, voleibol e hóquei em patins, toda a actividade regional está suspensa.

O Nacional-Belenenses, da 21.ª jornada da Liga de futebol, está agendado para segunda-feira, tal como o previsto, mas o mesmo já não se aplica aos jogos envolvendo equipas da II Divisão e III Série Madeira.

Camacha, Pontassolense e Marítimo B adiaram os seus jogos desta jornada, União SAD recebe o Reguengos no Campo do Liceu, como é habitual, e todos os jogos da III Divisão Série Madeira foram adiados.

Para além do União SAD-Reguengos, a realizar domingo, também o Marítimo receberá sábado o Benfica, em juniores, também no Campo do Liceu. Para além do futebol, e tirando estas exceções, também o futsal vai parar.

Em andebol, e tirando o facto de todas as provas regionais se encontrarem suspensas, por precaução, estão agendados os jogos referentes aos calendários nacionais de seniores (masculinos e femininos), juniores e juvenis.

Em seniores, o Marítimo defronta o Xico Andebol e, em femininos, o Madeira SAD joga com o Albufeira. Em juniores, o Marítimo defronta o Xico Andebol e, em juvenis, o Formação Madeira o Almada.

Em voleibol, dois jogos dos campeonatos nacionais decorrem este fim-de-semana na Madeira. O Marítimo recebe o campeão nacional Sporting de Espinho e, em femininos, o Sports Madeira defronta o Leixões.

O basquetebol vai estar em acção apenas domingo, com a realização do jogo União-Sanjoanense e, em hóquei em patins, nada há a assinalar, uma vez que o Portosantense defronta o Benfica, na Luz.

A Madeira, que irá cumprir um minuto de silêncio em todos as actividades desportivas que se realizarem, não só este fim-de-semana, como no próximo, foi abalada sábado por um temporal, que provocou 39 mortos, 18 feridos, 29 desaparecidos e 600 deslocados

http://www.ojogo.pt/

publicado por JPCosta às 08:00

26
Fev 10

 

Torneio de encerramento 

Domingo, 28 de Fevereiro de 2010
Iniciados-Série "B"

Jogo nº180 15H00 A Alcobacense CD X J Ouriense

Árbitro: David Barros *
 

*Jogo não se realiza na data indicada, árbitro desnomeado.

publicado por JPCosta às 17:29

publicado por JPCosta às 08:20
tags:

Torneio de encerramento 

 

Sábado, 27 de Fevereiro de 2010

 

 

Juvenis-Série "A"
Jogo nº76 14H30 SC Marinhense X A Alcobacense CD

Árbitro: Paulo Graça

 

publicado por JPCosta às 08:00

O julgamento de elementos do núcleo duro da claque não legalizada do Benfica No Name Boys inicia-se na próxima terça feira, na 5.ª Vara Criminal de Lisboa, com 38 arguidos, dos quais três se encontram em prisão preventiva.

Num julgamento com 16 processos conexos, os arguidos estão indiciados de associação criminosa, tráfico de estupefacientes, posse de armas, incêndio, venda ilegal de ingressos para eventos desportivos, dano com violência, roubo qualificado, ofensa à integridade física e arremesso de objectos.

De acordo com o despacho de acusação a que a agência Lusa teve acesso, de 18 de Maio de 2009, os acusados praticaram crimes "minuciosamente planeados e executados com superioridade numérica e mediante a utilização de meios especialmente perigosos", em nome dos No Name Boys, que se auto-denominavam "Braço Armado do Benfica".

O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa considerou que os No Name Boys agiam "motivados por ódio e intuitos de destruição, sem motivação relevante, contra elementos das claques" do Sporting e do FC Porto.

Alguns dos arguidos são acusados de acções violentas contra elementos afectos à claque do Sporting Juve Leo, tendo um sofrido "socos, pontapés e facadas" e ainda foi queimado "com uma tocha".

Nas buscas realizadas a residências de elementos do núcleo duro dos No Name Boys, as autoridades encontraram uma lista de "namoradas, cônjuges e restantes familiares" dos elementos daquela claque do Sporting, "alargando o leque de potenciais alvos e formas de pressão".

"Estas acções, extremamente metódicas e cirúrgicas, revelam personalidades mal formadas, com elevada ausência de responsabilização, desconformes às regras desportivas e à convivência democrática", lê-se no despacho, que sublinha o "ódio patológico e irracional contra os adeptos dos clubes rivais".

A violência era exercida igualmente contra "agentes da Polícia que sabiam em serviço" e "terceiros que circulavam na via pública e que eram abordados, agredidos e roubados de forma indiscriminada".

"Os arguidos agiam sempre livre e conscientemente, sabendo que as suas condutas eram proibidas e punidas por lei", refere-se no despacho, que menciona o episódio em que os No Name Boys incendiaram o autocarro em que viajou a claque Super Dragões, de apoio ao FC Porto.

O incidente ocorreu a 21 de junho de 2008 e o autocarro que transportou os Super Dragões para o jogo de hóquei em patins entre Benfica e FC Porto foi consumido pelo fogo, nas imediações do Estádio da Luz.

"Ao colocarem tochas no interior do veículo, sabiam que originavam um incêndio relevante e que ao impedirem a abertura das portas da viatura em chamas - com um ocupante no seu interior - lhe causavam perigo para a vida", refere-se no documento.

Uma viatura da Polícia acorreu ao local e os agentes foram "ameaçados por cerca de 100 elementos afetos aos No Name Boys, que arremessaram garrafas" contra o automóvel e remeteram em direção do carro "um 'very light', com a clara intenção de os atingir".

Os atos de violência do núcleo duro dos No Name Boys foram investigados pela 3.ª Esquadra de Investigação Criminal da PSP a partir de 2008.

No final desse ano, mais de 30 pessoas foram detidas no âmbito da "Operação Fair Play", que permitiu a apreensão de armas brancas e de guerra, material pirotécnico e droga.

O relatório da Polícia foi concluído a 14 de Abril de 2009, com um total de 53 indiciados, número que foi reduzido para 38 no despacho de acusação do DIAP.

In:http://www.ionline.pt

 

Haja alguém nestes país, que obrigue  estes e outros rufias, a saber viver em sociedade.

publicado por JPCosta às 07:55

25
Fev 10

Sábado, 27 de Fevereiro de 2010

Campeonato Nacional II Divisão - Sul e Ilhas

18:00 Santa Clara X Nafarros Pedro Sousa (Leiria) Luís Verdasca (Leiria)
18:00 Ourique X Sesimbra Luís Correia (Leiria) Orlando Ramos (Leiria)

Campeonato Nacional III Divisão - Norte

21:30 Olá Mouriz X Seixas Paulo Carvalho (Leiria)

Campeonato Nacional Juvenis - Sul C

16:30 Turquel X Nafarros  Armando Henriques (Leiria)
15:00 Ouriense X Tomar  Rui Silva (Leiria)
*

* Sujeito a alteração de árbitro

Campeonato Nacional Infantis - Sul C

15:00 Turquel X Santa Cita  Armando Henriques (Leiria)

Campeonato Nacional Feminino - Sul e Ilhas

18:00 Turquel X Alverca Vítor Roxo (Leiria)

 

Domingo, 28 de Fevereiro de 2010

Campeonato Nacional Juniores - Sul C
17:00 Biblioteca X Turquel  Paulo Carvalho (Leiria)

Campeonato Nacional Feminino - Sul e Ilhas

15:00 Tomar X Tojal  Paulo Venâncio (Leiria)

publicado por JPCosta às 18:09

Torneio de encerramento 

Sábado, 27 de Fevereiro de 2010

 

Juvenis-Série "A"


Jogo nº76 15H00 SC Marinhense X A Alcobacense CD

Árbitro: Paulo Graça

 


Domingo, 28 de Fevereiro de 2010


Infantis-Série "B"


Jogo nº131 11H00 HC Caldas X HC "Os Tigres"

Árbitro: Élio Rodrigues

 

Iniciados-Série "B"


Jogo nº179 11H00 SC Marinhense X HC Santarém

Árbitro: Luís Duarte


Jogo nº180 15H00 A Alcobacense CD X J Ouriense

Árbitro: David Barros

 

publicado por JPCosta às 18:08

SAK quer dizer Security Against Kicking e é o nome da empresa portuguesa que fabrica caneleiras personalizadas, com recurso a tecnologia 3D, que conquistaram os jogadores da selecção nacional e do Chelsea.

Fabricadas em materiais compósitos, caracterizados pela leveza e resistência, a grande vantagem das caneleiras da SAK Project é "encaixar perfeitamente na perna do jogador", disse à Lusa Filipe Simões, um dos fundadores da empresa.

"Não são uma protecção adicional, mas uma extensão natural da perna" é a forma como a empresa de Viseu apresenta as suas caneleiras 'high tech', uma das novidades da 17.ª edição do Fórum Têxteis do Futuro, que arranca quarta feira no edifício da Alfândega, no Porto.

Em declarações à Lusa, Filipe Simões explicou que, nos primeiros dois anos, a empresa esteve concentrada no desenvolvimento e aperfeiçoamento das caneleiras que já conquistaram os jogadores da selecção nacional e do Chelsea FC.

"Só agora vamos começar o trabalho de divulgação e é uma mais-valia contar com a aprovação de um dos melhores clubes do mundo", adiantou o empresário.

A empresa de Viseu começou por desafiar a selecção portuguesa a experimentar as caneleiras personalizas e foi pela mão do defesa Paulo Ferreira que foram levadas para terras de sua majestade.

"Os colegas ficaram conquistados e o Chelsea tornou-se nosso cliente habitual", disse, acrescentando que aproveitaram uma vinda da equipa inglesa a Portugal, para jogar com o FC Porto, para digitalizar as pernas dos jogadores.

Neste momento, a SAK Project está a negociar o fornecimento de caneleiras a equipas de futebol da Holanda, Espanha e Itália, e começa a aventurar-se em outras modalidades, nomeadamente o hóquei em patins. "Temos um produto que protege jogadores que valem milhões", acrescenta.

A empresa dedicada à produção de caneleiras nasceu, em 2008, da junção da formação de Rui Pina na área de materiais compósitos com o conhecimento de Filipe Simões, engenheiro electrotécnico, que decidiu potenciar as possibilidades da tecnologia 3D.

Com o produto reconhecido no mercado, os dois jovens empresários querem "passar a ter capacidade produtiva e a controlar todo o processo", que actualmente é subcontratado a várias empresas.

"Dominar o processo produtivo, vai permitir um maior controlo dos tempos de produção, sendo que neste momento demoramos cerca de duas semanas a satisfazer as encomendas", explicou Filipe Simões.

Em ano de Campeonato do Mundo, o 17.º Fórum Têxteis do Futuro, que arranca hoje no Edifício de Exposições e Congressos da Alfândega do Porto, vai ser dedicado ao futebol com o objectivo de sensibilizar os agentes económicos ligados ao desporto para a importância dos têxteis no rendimento dos atletas.

In:http://www.ionline.pt
 

publicado por JPCosta às 08:00

24
Fev 10

A organização do 34º Torneio Inter-Regiões "Páscoa 2010", foi atribuída à Associação de Patinagem de Aveiro. O evento disputar-se-à na Mealhada entre os dias 25 e 28 de Março de 2010, no Pavilhão Municipal da Mealhada.
A FPP associou-se às Comemorações do Centenário da República, e esta prova faz parte do programa oficial dos "Jogos do Centenário".
Participarão nesta edição da prova doze selecções: Minho, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Ribatejo, Lisboa, Setúbal, Alentejo, Algarve, Madeira e Açores.
A Associação de Patinagem do Minho venceu a última edição da prova, disputada no Entroncamento.

IN:http://mascotedino.blogspot.com

publicado por JPCosta às 22:44

Salário dos árbitros profissionais dependente do desempenho


O salário dos árbitros de futebol que optem pela profissionalização estará também dependente do seu desempenho, pois o objetivo é a melhoria do setor e não tornar os juízes milionários, explicou Vítor Pereira, em entrevista à Agência Lusa.

O presidente da Comissão de Arbitragem (CA) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) adiantou que a remuneração terá, além de uma base fixa, outra variável, em função dos jogos que arbitrem e do seu desempenho, e que o «projeto-piloto» com 12 árbitros profissionais até ao fim da época excluirá os mais inexperientes e mais próximos do fim da carreira.

«Haverá um salário fixo. Depois haverá uma base variável, que dependerá do número de jogos que cada um fará e que não tem necessariamente que ser igual. E haverá ainda uma terceira parte, que terá que ver com bónus de desempenho», adiantou Vítor Pereira.

Diário Digital / Lusa
 

publicado por JPCosta às 22:05

23
Fev 10

Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Campeonato Nacional III Divisão - Centro

21:00 Arazede X Entroncamento  Paulo Venâncio (Leiria)

publicado por JPCosta às 10:51

Portugal defende vitória na Taça Latina de 2 a 4 de Abril 

A primeira grande competição de selecções de 2010 já tem calendário marcado. A Taça Latina, prova destinada aos sub-23, disputa-se de 2 a 4 de Abril, em Coutras (França) e marcará a estreia de Rui Neto no cargo de seleccionador nacional. Portugal entra na prova a defrontar a Espanha (dia 2, às 19h30 locais), precisamente a formação que bateu na última edição - em Coimbra, em 2008. A França é o segundo adversário (dia 3, às 21h00) e o jogo com a Itália (dia 4, às 15h00) fecha a participação lusa. Depois dos sub-23, as cores nacionais só voltam as grandes palcos com o campeonato da Europa, que deixou de se realizar, como habitualmente, no mês de Julho, passando para a primeira semana de Setembro.

In:http://www.ojogo.pt

publicado por JPCosta às 10:43

22
Fev 10

COI manda retirar 'slogan' do capacete de Ryan Miller

Guarda-redes dos EUA não pode usar frase que lembra marca de cerveja 


O Comité Olímpico Internacional (COI) mandou retirar uma frase inscrita no capacete de Ryan Miller, guarda-redes da selecção de hóquei no gelo dos Estados Unidos. O que motivou a decisão do organismo foi a expressão que o jogador escolheu: Miller Time (tempo de Miller), que é o slogan de uma marca de cerveja.

Por outro lado, o COI autorizou o guarda-redes a manter outro slogan - Matt Man -, na parte de trás do capacete, numa homenagem a um primo, de 18 anos, do jogador que morreu de cancro. "Não quero criar um incidente internacional, respeito as regras. Fiz um pedido que cobria tudo o resto. Aqui não existe nada empresarial, não estou a tentar vender nada, só queria homenagear o meu primo", disse Miller após os Estados Unidos terem ganho à Suíça, por 3-1, na 1.ª jornada do torneio olímpico de hóquei no gelo, em Vancôver.

Miller, que também tem as palavras Miller Time pintadas no capacete que usa nos jogos da sua equipa, os Buffalo Sabres, revelou que a tia chorou quando ele lhe contou que ia fazer este tributo ao primo.

"Ficou em lágrimas. Sentiu que era realmente especial", revelou, em declarações citadas pela agência Reuters.

O jogador afirmou que quis homenagear o parente, chamado Matt, porque o desiludiu quando anteriormente não conseguiu qualificar-se para os Jogos Olímpicos de Inverno.

De acordo com os regulamentos do COI, o guarda-redes não pode usar Miller Time no capacete porque é um slogan de uma popular marca de cerveja.

O COI também mandou retirar a frase Support Our Troops (Apoiamos as nossas tropas) do capacete de Jonathan Quick, também jogador dos Estados Unidos, dado que viola as regras contra a propaganda política do organismo. Quick referia-se ao apoio aos militares americanos que estão a participar em conflitos bélicos, nomeadamente no Afeganistão.

 

publicado por JPCosta às 16:06

Hermínio Loureiro quer "que acabe o clima de suspeição"

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Hermínio Loureiro, ouvido hoje na Comissão Parlamentar da Educação e Ciência no âmbito da petição sobre verdade desportiva, afirmou desejar que “se consiga afastar o clima de suspeição” na modalidade.

Hermínio Loureiro disse na Assembleia da República, na segunda audição no âmbito da petição de Rui Santos sobre a adoção de novas tecnologias no futebol, que espera que “prevaleça em todas as circunstâncias a verdade desportiva”, lamentando que actualmente “se suspeita de tudo e de todos”.

“O futebol é muitas vezes utilizado nestas matérias de suspeição. Fala-se muito de suspeição e até de corrupção, mas a grande corrupção existe noutras áreas e é preocupante para o país. Mas julgo que têm vindo a ser dados passos importantes e significativos para afastar definitivamente o clima de suspeição no futebol”, disse perante os deputados da comissão parlamentar.

O dirigente, um dos 7500 subscritores da petição, disse que as novas tecnologias podem dar um contributo para a verdade desportiva, acentuando que é uma inevitabilidade. “Eu sou favorável à introdução de meios tecnológicos, não que obriguem à paragem dos jogos, mas que ajudem os árbitros a decidirem melhor e bem, sem erros e sem falhas”, declarou, considerando que, para que tal aconteça, “é preciso ter muita persistência para apresentar propostas nos locais próprios e paciência para convencer as pessoas” que decidem.

Aludindo às experiências com um “chip” na bola e com o “Olho de Falcão” como meios auxiliares, Loureiro ressalvou que “a introdução de meios tecnológicos foi fundamental para o crescimento de outras modalidades” e lembrou que, nos campeonatos de índole profissional, “já se utilizam os intercomunicadores nos árbitros”.

 

publicado por JPCosta às 15:48

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

20


28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
pesquisar
 
Árbitros de Leiria/Época 2012/13
Nacional "A": ---- Nacional "B": António Peça, Armando Henriques, David Barros, Luís Correia, Orlando Ramos, Paulo Carvalho, Pedro Sousa, Vitor Roxo Regionais: Élio Rodrigues
blogs SAPO